gerofuturo@gmail.com

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Envelhecimento favorece a inteligência emocional

A inteligência emocional e cognitiva pode melhorar depois dos 60 anos, proporcionando às pessoas vantagens na capacidade de relacionamento pessoal e profissional.
À medida que envelhecem, as pessoas tornam-se mais sábias. Este é um dos aspectos positivos do envelhecimento, de acordo com um estudo publicado no jornal Psychology and Aging, que mostra que os idosos lidam melhor com situações stressantes, valorizando mais os aspectos positivos. Por outro lado, sentem mais empatia pelas pessoas menos afortunadas.
 À medida que envelhecem, as pessoas tornam-se mais sábias. Este é um dos aspectos positivos do envelhecimento, de acordo com um estudo publicado no jornal Psychology and Aging, que mostra que os idosos lidam melhor com situações stressantes, valorizando mais os aspectos positivos. Por outro lado, sentem mais empatia pelas pessoas menos afortunadas.
Os resultados da investigação, da Universidade da Califórnia, sustentam a teoria de que a inteligência emocional e cognitiva pode melhorar depois dos 60 anos, proporcionando às pessoas vantagens na capacidade de relacionamento pessoal e profissional. “A evolução parece ter levado o nosso sistema nervoso a optimizar as capacidades interpessoais à medida que envelhecemos”, afirma o psicólogo e líder da investigação, Robert Levenson, defendendo que “os idosos devem, por isso, manter-se socialmente activos”.

                                                                   Fonte: tribunamedicapress

João Gaspar

Sem comentários:

Enviar um comentário