gerofuturo@gmail.com

quinta-feira, 28 de junho de 2012

O Grupo PDM, anuncia a primeira parceria, para testes em Portugal do produto iSenior, uma solução tecnológica desenvolvida para lares e casas particulares que inclui um sistema de monitorização médica de pessoas em tempo real. O iSenior testado na Santa Casa da Misericórdia de Almada permite aos profissionais daquela instituição social novas ferramentas de monitorização e acompanhamento médico, contribuindo para o reforço do bem estar e da qualidade de vida dos utentes.
Desenvolvido pela equipa da PDM, a solução iSenior pode ser facilmente integrada em instituições de apoio social, lares e casas particulares, permitindo uma monitorização tempo real e de forma contínua, dentro e fora de casa. (Localização, alteração de rotina, emergências e ritmo cardíaco).
Globalmente, esta solução da PDM, desenvolvida a partir de tecnologia Microsensus, garante a prestação de cuidados sem interferir com a autonomia dos utentes, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida, aumentando a segurança nas actividades do dia-a-dia dos utentes.


João Gaspar

terça-feira, 26 de junho de 2012


ENVELHECIMENTO : UM PROCESSO SINGULAR

Ao longo dos tempos deu-se uma melhoria nas condições de vida das populações, um enorme progresso da Medicina preventiva e curativa e mesmo ao nível da reabilitação, e tudo isto acontece sobretudo nas sociedades ocidentais.
Esta alteração deu origem a um crescimento demográfico, que rapidamente se estendeu a todo o mundo.Foi na última metade do Século XX que se deu a transição que se caracteriza por uma diminuição da taxa de natalidade, diminuição da taxa de mortalidade e simultaneamente um aumento da esperança de vida.
Assim, existe cada vez mais uma necessidade de resposta para o processo de envelhecimento, quer ao nível biológico, psicológico e social.
Mas, o processo de envelhecimento afecta de forma diferenciada cada indivíduo, cada órgão, cada organismo humano. A idade cronológica é somente baseada na data de nascimento de cada um, e em termos estatísticos pode de facto servir para agrupar indivíduos, fazendo uma leitura muito genérica, mas o facto é que essa mesma idade tem também características diferenciadas e manifesta-se de forma única em cada individuo. 
Factores sociais, ambientais, genéticos,entre outros, influenciam o processo de envelhecimento muito singularmente, daí a enorme complexidade de todo este processo polémico e ainda com explicações variadas e controversas sobre este processo que ocorre desde que somos concebidos até à morte.

Cristina Braz
2 GS

segunda-feira, 25 de junho de 2012


Uma questão de Estereótipo

Existem dois tipos de estereótipo apesar de na nossa cultura só associarmos a um dos estereótipos.


Estereótipo negativo:

Este estereótipo por si só atribui características negativas, quer por parte das pessoas pertencentes a uma determinada camada, neste caso concreto ao idoso.



Ø  A velhice comparada à idade das perdas.

Ø  O tempo de luto.

Ø  A morte à vista.

Ø  Todos os idosos são solitários.

Ø  Que na maioria, os idosos são todos pobres.

Ø  São frágeis e não podem praticar exercício físico.

Ø  São muito sensíveis e inseguros.

Ø  Não se preocupam com a aparência.

Ø  Fazem raciocínios senis.

Ø  São pessoas doentes que tomam muita medicação.

Ø  Temem o futuro.

Ø  Não são sociáveis e não gostam de se reunir.

Ø  Não se interessam pela sexualidade.


Estes estereótipos interferem muito negativamente na pessoa idosa.

Estereótipo Positivo:



Este estereótipo consiste nas características positivas que se atribuem, quer a pessoas ou a objectos de uma determinada categoria.

Ø  Gostam de jogar às cartas e outros jogos.

Ø  Gostam de conversar e contar as suas recordações.

Ø  Gostam do apoio dos filhos.

Ø  Divertem-se e gostam de rir.

Deolinda S. 2º GS