gerofuturo@gmail.com

domingo, 10 de junho de 2012

SAÚDE MENTAL


“O envelhecimento bem sucedido, ou seja, com qualidade, depende da percepção que o idoso tem de si, do meio que coabita, das expectativas de vida e redes sociais que construiu e da sua cultura”. (Marujo, J. in III Jornadas de Gerontologia Social, Braga, 2012).
A qualidade, com dignidade, dos serviços a prestar aos idosos depende da formação cívica e formativa dos cuidadores.
É da responsabilidade do Gerontólogo fomentar ações de formação para prestadores de cuidados formais e informais, sendo uma das suas competências sistémicas-Criação, desenvolvimento e implementação de programas de prevenção e promoção da saúde e bem-estar no idoso. 

Exemplo duma sessão de educação para a saúde:

Tema- Demência
}  Conceito:
Presença de diminuição da capacidade cognitiva, demonstrado por:
perda de memória - compromisso da linguagem - compromisso da realização de gestos coordenados e eficazes - compromisso do reconhecimento ou pensamento abstracto
Estas alterações são permanentes e vão progredindo ao longo do tempo.

Principais sintomas comportamentais:
Indiferença/Depressão/Ansiedade/Agitação/Agressividade/Irritabilidade/Delírio/Euforia/ Desinibição/ Alterações do Sono/ Alteração do Apetite, etc.

Principais obstáculos:
   Os utentes com demência sentem maior dificuldade em realizar as atividades de vida diária.
   Iniciar a tarefa/ Manter atenção/ Localizar os objetos
   Utilizar corretamente os utensílios/ Manter a segurança
   Terminar a tarefa

}   Como agir quando se prestam cuidados à pessoa com demência?

Ver o Utente como pessoa:

Qual a sua História de vida? Onde nasceu? Casado ou solteiro? Filhos/netos?
Qual é a sua cultura? Quais são as suas crenças? Qual é a sua religião?
Quais são os seus hábitos de higiene? E os de alimentação?
Gosta de tomar banho/lavar a cabeça de quantos em quantos dias?
Ordem pela qual gosta de fazer a higiene?
Ordem pela qual gosta de fazer a sua refeição?
Quais são as suas preferências?
Quais são as actividades que mais gostam?
Gosta de ler? Ver televisão?
Quais as suas capacidades?
O que ainda conseguem fazer sozinhos?

 Como agir?
Quando um utente com demência tem comportamentos agitados?
Tentar conversar com o utente e orientá-lo;
Não contrariar;
Chamar os técnicos de serviço.

Concluindo:
Tratar os utentes como pessoa – Humanização dos cuidados;
Adaptar-se ao utente e não ao contrário.















Teresa Castanheira 2ºGS nº14

Sem comentários:

Enviar um comentário