gerofuturo@gmail.com

domingo, 5 de fevereiro de 2012

A importância da Farmacodinâmica

Farmacodinâmica [1]

“A farmacodinâmica é a ciência que estuda o tempo necessário de acordo com a idade do paciente, para que um determinado medicamento exercer o seu efeito terapêutico.
Enquanto não existirem estudos fidedignos que estabeleçam as diferenças existentes entre farmacodinâmica de um dado medicamento administrado a indivíduos antes dos 60 anos e depois desta idade, o médico deverá prescrever os medicamentos necessários iniciando sempre pela dose mínima, subindo gradualmente  a posologia de acordo de acordo com os efeitos observados.
Com o objectivo de reduzido ao mínimo indispensável a quantidade e qualidade dos medicamentos para tratar um idoso, apresentam-se algumas recomendações que resultam da minha experiência
·        Em cada visita medica rever os problemas corânicos e agudos de que o doente é ou já foi portador;
·        Pedir sempre ao doente que traga consigo todos os medicamentos que anda a tomar, e fazer a sua avaliação;
·        Iniciar a terapêutica sempre pela dose mais baixa;
·        Rever todos os resultados dos exames laboratoriais feitos precocemente, tendo especial preocupação com a taxa de creatinina sérica;
·        Tentar que o idoso vá sempre à mesma farmácia comprar os medicamentos;
·        Questionar o idoso acerca do consumo de álcool ou outras drogas;
·        Suspender qualquer medicamento que o idoso ande a tomar sem indicação especifica ou evidente. “




Deolinda Brito, 2º ano

[1] Saldanha, Helena – Bem viver para bem envelhecer: Um desafio à Gerontologia e à Gereatria, Grupo Lidel – Edições Técnicas, Lisboa – Porto, Julho de 2009, p. 114.


Sem comentários:

Enviar um comentário