gerofuturo@gmail.com

domingo, 1 de maio de 2011



E se olharmos para o envelhecimento da seguinte forma:
A idade crepuscular, entardecer, poente, cair do sol? (muitos dias morrem em beleza)
O rio que chega ao mar? (de algum modo torna-se mar)
O cume da montanha? (donde a vista se expande e o céu se toca)
A idade da colheita? (cheia de belos frutos)
O coroamento da vida, idade da saudade, infância revistada…?

(José H. Barros de Oliveira. (2005). Psicologia do Envelhecimento)


Deolinda

Sem comentários:

Enviar um comentário