gerofuturo@gmail.com

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Estimulação Cognitiva



Ao longo do processo de envelhecimento vai existindo perdas de capacidades cognitivas. Essas perdas podem ser bastante atenuadas se o idoso mantiver uma boa actividade cognitiva e também um bom contacto social.

O exercicio mental regular pode aumentar a actividade cerebral, retardando os efeitos da perda das capacidades cognitivas, prevenindo assim o aparecimento de doenças degenerativas.

Um estudo realizado entre 1994 e 2001 a 801 idosos nos EUA demostraram que as actividades intelectuais estimulantes reduz 47% a possibilidade dos idosos desenvolverem a doença de Alzheimer.

Quando o idoso deixa de fazer algumas actividades cognitivas que estava habituado a fazer ( ler o jornal todos os dias, jogar as damas, ou dominó, etc) existe um declínio no seu funcionamento cognitivo, provocando assim o aparecimento muitas vezes de depressões e demências. O contacto premanente com o seu grupo de amigos ou familiares é também muito importante, pois o idosos necessita de se manter integrado na sociedade, para se manter extimulado a realizar actividades.

Aristóteles afirmou em 350 a. C. que" a cultura é o melhor conforto para a velhice".

Cabe aos futuros e presentes gerontologos também esta missão de extimular cada vez mais os idosos, familias e Instituições para a importância da cultura, das actividades cognitivas, do relacionamento interpessoal ao longo da vida e mais na fase avançada, para que exista uma boa saúde mental.

Para tal deixo alguns jogos cognitivos que podem ser feitos, para extimular as nossas capacidades cognitivas.
Ler
Escrever
Desenvolver novas capacidades ( pintar, informática, música, dança)
Jogos de estratégia
Palavras cruzadas
Diferenças
Calculos matemáticos



Vamos exercitar o nosso cerebro!



Referência bibliográfica: "Jacob, Luís, Animação para Idosos, actividades,2007"

Yola Leite

Sem comentários:

Enviar um comentário